4 Novas regras do Pix em 2023 – Saiba tudo sobre elas

Novas regras do Pix entraram em vigor em janeiro de 2023, e afetam 4 áreas específicas: 

Pix foi criado pelo Banco Central há mais de 2 anos, para garantir o pagamento ou transferência de maneira instantânea. Neste período, diversas mudanças aconteceram e, a última, se deu no dia 2 de janeiro de 2023. 

Se você sabe o que é Pix, sabe que ele mudou as diretrizes das instituições financeiras, que devem seguir as determinações do Banco Central. Porém, quando não há nenhuma indicação do Bacen, os bancos e carteiras digitais podem formular suas próprias regras. 

Um dos casos que não é determinado pela instituição e que varia de acordo com o banco, é o Pix com cartão de crédito

As novas regras têm o objetivo de facilitar a transferência de valores vindos de correspondentes bancários – como casas lotéricas, pagamento de aposentadorias, pensões e salários pela União, além de delimitar melhor o uso de todos aqueles que desejam pagar com Pix.

Reunimos todas as regras e vamos tirar todas as suas dúvidas sobre as novas mudanças do Pix a seguir! 

Contenidos

1) Nova regra limite do Pix

Com as mudanças feitas pelo Banco Central, agora há mais limitações no uso do Pix. A maior diferença vai se dar nos limites – que antes eram feitos limitando os usuários por transferência e limite diário. 

A mudança é, em suma, que agora é apenas por limite de Pix por dia. Por exemplo: se a sua conta possuir um limite de R$10 mil, você poderá usar todo o valor em uma única transferência. 

Cada banco ou instituição não tem mais regras para esta limitação. Então, os bancos tradicionais podem determinar o próprio limite – sendo em torno de 50% do valor de um TED. Já as carteiras digitais e outras instituições podem seguir uma lógica própria, com valores entre R$ 5.000 e R$ 30.000.

Como mudar o Limite de Pix pela nova regra

As regras de concessão dos limites é a mesma, então se você quiser reduzir o seu limite, o banco pode e deve aplicar esse pedido automaticamente. Porém, o pedido para aumentar o limite pode demorar até 2 dias para ser aplicado. 

Mas, se você não está satisfeito com qual limite do Pix foi determinado para a sua conta, você pode pedir por um alteração: 

  • Entre no aplicativo do seu banco ou carteira digital
  • Acesse a seção do Pix 
  • Procure pela opção limites
  • Altere o limite
  • Confirme a alteração e siga com a autenticação do procedimento

Como dissemos, a diminuição é imediata. Para o aumento, você pode esperar até 48h. Isso se aplica para evitar qualquer possível golpe, e caso você tenha qualquer dúvida, pode conferir um guia que conta com tudo sobre o Pix.

https://youtube.com/watch?v=1nbJyH89qco%3Ffeature%3Doembed

2) Nova regra do Pix sobre Horário noturno

Uma grande preocupação do Pix era sobre a falta de limitações nos horários da transação, podendo ser muito fácil de realizar golpes em horários noturnos, por exemplo, e isso deixou muitas questões em quem não tinha tanta confiança no sistema sobre se o Pix é seguro.

A primeira opção de mudança feita determinou que o Horário Noturno ia das 20h às 6h da manhã do dia seguinte. No início deste ano, o procedimento passou a garantir maior flexibilidade para cada usuário, mudando o horário do Pix Noturno para duas opções de início: das 20h ou 22h. Porém, ambos terminam no mesmo horário: 6h. 

Você ainda pode realizar o seu Pix a qualquer momento, mas você deve ter atenção ao horário do Pix, para ter certeza de que ele está ou não no horário 

Caso você não tenha o conhecimento, o Horário Noturno determina que o limite de transferência com o Pix é de até R$1 mil por transação. Isso é uma medida de segurança para garantir que seu dinheiro não seja inteiramente retirado de sua conta de uma vez e para que o banco possa identificar movimentações estranhas. 

Por isso, não se esqueça: você ainda pode estar vulnerável a sequestros-relâmpago, por isso o Horário Noturno é ideal para te proteger. 

https://youtube.com/watch?v=cnanOoz3qGU%3Ffeature%3Doembed

3) Nova regra do Pix Saque e Pix Troco

A terceira mudança do Banco Central para o Pix foi o Pix Saque e o Pix Troco. Agora, os valores de ambos os procedimentos foram atualizados, passando de R$500 para R$3 mil durante o dia, e de R$100 para R$1 mil para a noite.

Cada um dos bancos pode determinar o seu próprio limite de Pix Saque e Troco, desde que ele esteja dentro do estabelecido pelo Banco Central. 

Pix Saque e o Pix troco são funcionalidades que proporcionam o saque em espécie para recebimento do dinheiro físico, como troco em comércios que são cadastrados neste sistema. 

Essa funcionalidade do Pix impede que você tenha que ir até o caixa eletrônico para ter seu dinheiro em mãos. Porém, lembre-se: você terá até 8 saques gratuitos por mês!

https://youtube.com/watch?v=3SPVvmeHrpo%3Ffeature%3Doembed

4) Nova regra do Pix em situações pontuais

A última regra do Pix é mais específica. Ainda que todas as novas regras afetem situações a que todos os usuários estão sujeitos, essa é para situações mais pontuais. Como, por exemplo: 

  • Pagamentos de pensões, aposentadorias e salários do Tesouro Nacional
  • Transferências feitas a empresas
  • Compras via Pix

Para todas essas situações, o Banco Central alterou as regras do Pix, para facilitar a vida e conceder mais praticidade para todos os brasileiros.

Pagamentos de pensões, aposentadorias e salários do Tesouro Nacional

Essas novas regras vão mudar a forma de pagamento feita pelo Governo para os cidadãos, como em caso de pensões, aposentadorias e salários. 

Antes, o Pix feito para contas-salários não podiam ser feitas. Porém, agora, esses pagamentos podem ser feitos via Pix.

Quem possui Pix em mais de um banco, precisa determinar anteriormente apenas um deles como conta-salário, para conseguir receber os benefícios. 

Transferências a empresas

Outra mudança foi a transferência para contas de pessoas jurídicas utilizando o Pix. Antes, havia um limite para esse procedimento, mas agora não existe mais a obrigação da limitação e cada instituição pode determinar o valor máximo. 

Compras via Pix

Quem realiza compras utilizando o Pix, também vai se beneficiar e terá que se adaptar às novas regras. Agora, os Pix com finalidade de compra terão o mesmo limite que o sistema de Transferência Eletrônica Disponível (TED) – que antes eram atrelados aos limites dos cartões de débito. 

Qual o motivo para as novas regras do Pix?

O Banco Central está em constante mudança de sistemas, pensando em novas regras e normas para manter sempre a atualização e o bem-estar da população. 

Em alguns casos, as novas regras são feitas para alterar e corrigir defeitos identificados nos sistemas, já em outros, é para melhorar os serviços e possibilidades do processo. 

O Pix acabou se tornando o método de transferência favorito dos brasileiros, batendo o recorde de 100 milhões de transações em um dia

Uma próxima melhoria e atualização do Bacen é uma nova regra de Pix Garantido, na qual será possível agendar e parcelar alguns pagamentos mesmo que você não possua saldo o suficiente em sua conta. 

Assim, você terá sempre a certeza de que a sua transferência será feita. 

No caso das alterações atuais, algumas foram pavimentadas para proporcionar mais segurança aos usuários, como é o caso do limite de transferência e Horário de Pix Noturno. Já outras, como o caso dos pagamentos do governo, é para deixar a gama de serviços maior. 

Pix vai ser taxado com as novas regras?

As mudanças das regras do Pix não terão qualquer cobrança extra para utilização dos serviços, e o BC nega qualquer tipo de planos de cobrança no Pix.

O Pix seguirá gratuito para o uso de Pessoas Físicas. Porém, se você utiliza o Pix em sua conta de Pessoa Jurídica, você pode ter que pagar alguma taxa. Mas, essa determinação varia de acordo com o banco – que decide ou não aplicar essa taxação ao usuário.

Conclusão

Entender as mudanças de regras do Pix é importante para poder manter o seu dinheiro em segurança. Em suma, as mudanças abrangem o limite de transferências, a mudança do horário noturno e, também, o funcionamento do Pix Saque e Pix Troco, além de inserir novos serviços de pagamentos feitos pelo Tesouro Nacional. 

Recomendamos entrar em seu banco e ler mais sobre as regras de limites de Pix de sua instituição, para que você possa se adaptar de acordo com o que faz sentido com a sua rotina. 

Avisamos que é importante sempre confirmar a chave Pix antes de realizar as transferências, para evitar possíveis erros durante o processo.